Autopsy and Case Reports
https://autopsyandcasereports.org/article/doi/10.4322/acr.2011.003
Autopsy and Case Reports
Article

Prevalência de achados incidentais nos seios paranasais em tomografias computadorizadas de crânio e regiões orbitárias na faixa etária pediátrica

Prevalence of incidental findings in paranasal sinus in brain and orbital CT scans in pediatric patients

Adriano Ferreira da Silva; José de Arimatéia Batista Araújo Filho; Lorena Elaine Amorim Pinto; Iluska Almeida Carneiro Martins de Medeiros; Cláudio Campi de Castro

Downloads: 3
Views: 574

Resumo

Nos serviços emergência, observa-se quantidade significativa de pacientes da faixa etária pediátrica que realizam tomografias de crânio ou órbita por indicações não relacionadas à sinusopatia. Partindo desta premissa este trabalho foi feito para mostrar a prevalência e os tipos de alterações encontrados incidentalmente nos seios paranasais de crianças que apresentam sintomas inespecíficos como febre, cefaléia e vômitos e que se submeteram a tomografias de crânio e órbitas, sem a suspeita inicial de sinusopatia. Em estudo retrospectivo, foram avaliadas 70 tomografias computadorizadas de crânio e órbitas de crianças entre zero e 12 anos. Os achados incidentais nos seios da face ocorreram em 32 casos (45,7%). O espessamento mucoso foi o achado incidental mais frequente, sendo observado em 35% dos pacientes; seguido pela opacificação completa observada em 28% dos casos e pela opacificação incompleta observada também em 28% dos pacientes. O acometimento bilateral ocorreu em 78% pacientes. Os seios paranasais acometidos com maior freqüência foram os seios maxilares e seios etmoidais a seguir. As anormalidades ocorreram com maior gravidade em crianças abaixo de três anos de idade. A prevalência de alterações tomográficas incidentais em pacientes sem diagnóstico inicial de rinossinusite é alta, predominando as alterações leves.


Palavras-chave

Achados incidentais, Tomografia, Seios Paranasais.

Abstract

In emergency services a significant amount of pediatric patients undergo a brain or orbit CT scans for suspicion other than sinusitis. Assuming this premise, this study was held to show the incidental findings of the paranasal sinuses of children with nonspecific symptoms such as fever, headache and vomiting that underwent brain or orbits CT scans, without the initial suspicion of sinusitis. In a retrospective study, we evaluated 70 CT scans of the brain and orbits of children between 0 and 12 years. The incidental findings of the paranasal sinuses occurred in 32 cases (45.7%). Mucosal thickening was the most common incidental finding, being observed in 35% of patients, followed by complete opacification observed in 28% of cases and incomplete opacification observed in 28% of patients. Bilateral involvement occurred in 78% patients. The sinuses most frequently affected were the maxillary sinus followed by ethmoid sinuses. The abnormalities were more severe in children under the age of three years. The prevalence of incidental tomographic abnormalities in patients without an initial diagnosis of sinusitis is high. The predominance of these findings are mild abnormalities.

Keywords

Achados incidentais, Tomografia, Seios Paranasais.

Publication date:
01/13/2016

5696969164cc8b5cda711b78 autopsy Articles
Links & Downloads

Autops Case Rep

Share this page
Page Sections